quinta-feira, 9 de abril de 2009

Roubaram-nos de nós.



“Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam nosso cão e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta e já não podemos dizer nada.”


(Eduardo Alves,atribuído a Bertolt Brecht)

Nesse poema a casa é como se fosse nosso ser, o nosso eu, a nossa particularidade. A flor pode ser o que temos de especial, o cão é aquilo que cativamos. E esses que invadem a casa podem ser vista como pessoas desconhecidas (ou não), que nos invadem. E tiram o que temos de mais importante: a nossa individualidade, a nossa paz e tudo aquilo que acreditamos e construímos em nossa vida. Tirando muitas vezes nossa integridade. E quando esse estranho vem, ele nos cerca e nos observa, e entra aos poucos em nossas vidas destruindo e nos furtando aos poucos.
Essas pessoas que muitas vezes nos roubam são pessoas que nos apaixonamos, pessoas que acreditamos serem nossos amigos, pessoas que acreditamos que conhecemos... Enfim, qualquer pessoa está sujeita a nos roubar de nós mesmos. E o pior de tudo sempre sabemos quando alguém nos rouba ,e ficamos calados,não reagimos,não expulsamos,as vezes não fazemos isso por medo ou até mesmo por acharmos que não temos força. E cada vez que essa pessoa se aproxima ela nos invade mais,nos suga cada vez mais. Uma invasão permitida,quando não falamos omitimos e aoutorisamos o invasor a nos golpear. Até que chega um ponto no qual não conseguimos mais reagir e deixamos essa pessoa tomar conta de nossa vida,tomando posse de nossos ser,matando nossas vontades. E porque não dissemos nada,agora mesmo é que já não podemos dizer.


DANI ROSA (Inspirado no livro “Quem me roubou de mim?”)

2 comentários:

其他的♥AnAsOr♥其他的 disse...

Talvez deixamos que nos roubem para nós sentir amada,viva,e pricipalmente para deixar essas pessoas nos explorar nos conhecer .. Para que agente se sinta Realmente entendida !

"Garotinha Crescida" disse...

"Mas ai vc não vive mais pra si,vive para o outro,não esculta mais as suas vontades e sim a do proóximo, e isso definitivamente é uma chagas,uma fraquesa do amor."
(Dani Rosa)
Amei seu comentário,Rosana).